ESCOLA DE PORTAS ABERTAS


O que é o EPA?


      O programa Escola de Portas Abertas - EPA - é um projeto do Governo do Estado do Pará com o objetivo de contribuir para a melhoria da qualidade da educação, a inclusão social e a construção de uma cultura de paz mediante ampliação de atividades oferecidas à comunidade escolar e seu entorno nos finais de semana. O EPA desenvolve uma concepção de gestão escolar democrática e participativa, compartilhando decisões, co-responsabilizando o conjunto dos sujeitos protagonistas do processo de desenvolvimento das atividades. Propõe uma mudança nas práticas cotidianas da Escola Pública Estadual, cria espaços de interação entre os saberes populares e o conhecimento técnico-científico em uma perspectiva de diversidade e inclusão.

O que é o Cidadania Digital e Mundo do Trabalho?

 

      É um eixo temático que faz parte do Programa Escolas de Portas Abertas. O público alvo do Eixo-temático Cidadania Digital são: os alunos argonautas, os oficineiros comunitários da inclusão digital, os professores coordenadores de Sala de Informática e a comunidade escolar. Seus objetivos imediatos são: qualificar para a prática da inclusão digital cidadã os alunos arrgonautas e os oficineiros comunitários da educação digital que integram o Programa Escolas de Portas Abertas e, ainda, instaurar uma prática permanente de ações e discussões, na comunidade escolar, acerca do uso da informática na educação.

Quais os critérios para seleção de Aluno Bolsista?

      O aluno precisa estar matriculado e frequentando regularmente a Escola em que está implantado o Programa Escola de Portas Abertas; ter no mínimo 16 anos e mo máximo 24 anos; cursar o Ensino Fundamental ou Médio; possuir, preferencialmente um bom rendimento escolar; demonstrar interesse em desenvolver atividades em benefício da comunidade; não ter vínculo empregatício ou qualquer tipo de remuneração oficial.

      O período de duração da monitoria é de 5 meses podendo ser renovado uma vez por igual período. No caso do Aluno Argonauta, este terá que ter disponibilidade de 4 horas diárias no turno contrário ao de estudo efetivo na Escola. A escola terá de dispor de Sala de Informática com, preferencialmente, professor coordenador lotado naquele espaço.

Qual a diferença entre o Aluno Argonauta, o Oficineiro e o Bolsista do EPA?

      O Aluno Argonauta será um jovem regularmente matriculado no Ensino Fundamental ou Médio e que esteja frequentando as aulas, este auxiliará o professor lotado na Sala de Informática, ministrará cursos de informática básica e orientará os colegas no uso adequado da tecnologia, estas atividades serão desenvolvidas em turnos contrários ao que o aluno está matriculado e nos dias letivos. Ao final do período de sua monitoria receberá uma carta de recomentadação da Coordenação do EPA.

      O Oficinairo da inclusão digital pode ser uma pessoa da comunidade intra ou extra-escolar que, selecionado por meio de um projeto apresentado ao gestor e ao conselho escolar, ministrará oficinas de informática nos finais de semana, nos moldes do voluntariado e supram as necessidades da comunidade.

      O bolsista do Programa Escola de Portas Abertas irá auxiliar o coordenador  e o professor comunitário no processo de articulação entre a escola e a comunidade para o andamento das atividades nos finais de semana e deverá cumprir uma carga horária de 16 horas semanais, incluindo finais de semana, não podendo exceder 04 horas diarias.

ALUNOS ARGONAUTAS

 

Sejam bem-vindos desbravadores

navegadores de um mundo livre

meninos e meninas corajosas

esperança de uma escola melhor,

aprendizes da solidariedade

disseminadores de saberes compartilhados

guardiões dos mais lindos sonhos.

 

 Argonautas destemidos

renovai as nossas escolas

mentes conectadas

cérebros criativos

navegai nas adversidades

nunca retrocedam,

o mundo foi feito pra ser mudado.

 

 Sejam fortes

evocai o espírito cabano

façam a revolução digital

não escutem as vozes dos derrotados,

dos medrosos, dos covardes

dos pessimistas que nada fazem

dos que aceitaram a rotina

sejam diamantes

adamas: invencível e indomáveis

ser único e exclusivo

monitores lapidados no chão da escola,

achai a lã de ouro

não pela mera luta pelo poder,

mas pela satisfação de semear a paz, de incluir

pelo prazer de ajudar o próximo

Argonautas, sejam atores de suas próprias vidas

e edificai os mais belos sonhos,

de inclusão social na amazônia!